Em live da AME, Mara Gabrilli diz que critério socioeconômico para definir prioridade na vacina é discriminatório

Em live da AME, Mara Gabrilli diz que critério socioeconômico para definir prioridade na vacina é discriminatório

No evento, secretário de saúde do Estado de São Paulo também admitiu falta de vacina,
mas revelou estar empenhado para que as pessoas com deficiência sejam vacinadas até julho

A live –“Vulnerabilidade e Pandemia: Pessoas com Deficiência e a Prioridade na Imunização—,
realizada na manhã desta terça-feira (10) nas redes sociais da AME, reuniu, além da senadora
Mara Gabrilli, o secretário de saúde do Estado de São Paulo, Jean Carlo Gorinchteyn, e a
professora titular de fisiatria da USP, Dra. Linamara Rizzo Battistella. Mediada por Marco
Pellegrini, um dos membros do Conselho da AME, o debate ao vivo teve tradução
simultânea em libras. Para a senadora, a definição na prioridade da vacina da
Covid-19 com base no Benefício de Promoção Continuada (BPC) é discriminatório.
Segundo ela, a definição socioeconômica tira o direito à vacina de muitos grupos que
necessitam, como os deficientes visuais, que estão entre os mais vulneráveis por usarem o tato
para praticamente tudo. “Muitos não se enquadram em grupos com comorbidades ou mesmo no
BPC. E são extremamente vulneráveis ao vírus do Covid-19”, destacou Gabrilli, que ainda fez um
apelo ao secretário: “precisamos do seu discernimento”. Durante o debate, Jean Carlo Gorinchteyn lembrou a realidade que o país vive hoje com a falta de vacinas e
insumos. “Como médico e gestor, trago essa preocupação humana de cobrarmos mais
doses da vacina. Só ela nos dará a celeridade na imunização que queremos”, disse Jean Carlo.
“Como e quando teremos, vamos definir nos próximos dias. Só não posso dar uma data hoje.
Mas posso dizer que vai ser rápido”, acrescentou o secretário.

A vacina foi o tema da live de estreia da AME que, a partir de agora, abre esse espaço para o
debate democrático sobre as questões que envolvem o universo da pessoa com deficiência.
“Queremos nas nossas lives mensais estimular a reflexão da sociedade a respeito do seu papel
na promoção da inclusão social e da cidadania”, disse José de Araújo Neto, presidente da AME.

Para quem perdeu o evento ao vivo, basta clicar na tela abaixo para assistir a gravação na íntegra.
Aproveite e também curta nossa página no Facebook: @ame.trabalhoeinclusao

Skip to content
Close Bitnami banner
Bitnami