Sorveteria em Aracaju ajuda a desmistificar a deficiência auditiva

IMAGEM: ROBERTO OLIVEIRA/UOL

Uma gelateria artesanal em Aracaju (SE) se tornou uma das maiores referências em diversidade e inclusão no país. Idealizada pelo empresário Breno Oliveira, 28, que é deficiente auditivo, a sorveteria “Il Sordo” (“O Surdo”, em italiano), inaugurada em 2016 e com faturamento de R$ 900 mil no último ano, emprega majoritariamente (80%) funcionários surdos.

A ideia surgiu após Oliveira enfrentar discriminação em processos seletivos de emprego exatamente por conta dessa deficiência. “Sempre fui minimizado nas entrevistas, parecia que não era capaz, muitas pessoas não aceitavam minha surdez”, relembra o empresário, que antes trabalhava como instrutor de Libras (Língua Brasileira de Sinais). “Participei de várias seleções, mas as provas eram sempre em português e com concorrentes ouvintes. Para o surdo é diferente, a gente aprende o português como segunda língua, e Libras como primeira. Muitos têm dificuldade de ler e escrever. A barreira é real”, diz.

Ambiente inclusivo e educativo

Com o apoio da família e orientação do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), Oliveira pesquisou iniciativas de empreendedorismo e se matriculou em um curso de produção de gelato italiano em uma escola em São Paulo. E, após estudos de custo e investimento, abriu o negócio em Aracaju e apostou no diferencial de ser uma proposta voltada à acessibilidade e à inclusão. Os cardápios e o balcão de pagamento na sorveteria, por exemplo, são personalizados, com mais imagens e recursos interativos. Há também uma TV na parede, onde é exibido vídeo em que se ensinam sinais básicos para pedir uma amostra de sorvete ou agradecer o serviço. “Muitas pessoas que vêm pela primeira vez sentem um impacto, um pouco de medo, de vergonha, mas procuramos acolher o cliente. É o mesmo impacto que sentimos lá fora, mas aqui acolhemos essa diversidade”, conta.

Hoje a empresa já tem onze funcionários com carteira assinada (dos quais 9 são surdos) e, além da matriz, há dois outros pontos de venda na capital sergipana e mais uma loja franqueada em Salvador, na praia da Barra. A Il Sordo já foi indicada para o Prêmio Veja-se, da revista Veja, na categoria Diversidade, e recebeu o certificado de excelência da TripAdvisor —onde está avaliada com nota máxima.

Fonte: UOL/ Imagem: Roberto Oliveira/UOL

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Skip to content
Close Bitnami banner
Bitnami